sexta-feira, 30 de outubro de 2009

As buscas mais inusitadas deste blog

Uma das coisas mais legais de se usar um sistema de medição de audiência é descobrir como as pessoas chegam ao seu blog. Uso o Google Analytics e através dele consigo ver como as pessoas que chegam a este blog através do Google o descobrem. Tenho que confessar que tornou-se um passatempo consultar o Analytics e encontrar os termos de busca.

Foi então que minha amiga Cássia Zanon, do blog O dia se Espatifa, teve uma ideia ótima. Responder às buscas mais inusitadas que levam ao seu blog. Faço o mesmo hoje com o meu, até porque pode ter algum internauta ansioso por respostas. Os termos são:

  • Festa de reveillon em montevideo: Até onde nos disseram quando estivemos lá, apenas privadas, em clubes. Se quiser festa de reveillon na beira da praia, melhor ficar no Brasil. Esse não é exatamente um termo inusitado, mas chamou a minha atenção a quantidade das pessoas que busca por ele, sinal de quem tem bastante gente pensando em passar a virada de ano lá.

  • As dez cidades mais chuvosas do mundo: Assim como você, também já pesquisei no passado e não encontrei nenhum resultado científico.
  • Aquiçilas: Eu não tenho a menor ideia do que o internauta estava buscando quando digitou, mas se é a região embaixo do braço, escreve-se axilas, como mencionei no passado.
  • Banheiro caminhada Itupava: Durante o caminho, esqueça. O negócio é sair da trilha um pouquinho e procurar um lugar. No final, da caminhada, no centro de visitantes encontra-se banheiro, com papel higiênico, inclusive.
  • Casal sem filhos, quem herda? O assunto é longo. Vai depender do regime de bens , se é casamento ou união estável e se existiam bem exclusivos do falecido (adquiridos antes da união). Para simplificar, vamos usar o exemplo de casados em comunhão parcial que é o regime padrão e considerando que não há bens exclusivos do falecido:
    1. Se o casal tem pai e mãe vivos, o cônjuge herda 1/3, a mãe 1/3 e o pai 1/3. Se tem apenas mãe ou pai vivos, o cônjuge herda metade, o pai ou mãe a outra.
    2. Se não tem pais vivos, o cônjuge herda metade, a outra metade é dividida entre os avós, ou seja 1/4 para a linha materna, 1/4 para a linha materna.
    3. Se o casal não tem ancestrais em linha reta, o cônjuge herda tudo.
    1. Cemitério de Rolante: Até onde lembro, nunca estive lá.
    • Lojas calçados trekking Porto Alegre: Por favor, se você encontrou, mande as dicas para o blog publicar.
    • Que ônibus pegar no centro de Porto Alegre para chegar no Centro Administrativo: se eu fosse turista e estivesse a passeio, iria a pé, mas quase todos os ônibus que param na Borges de Medeiros passam por lá. O C1 da Carris também. Informações sobre itinerários de ônibus em Porto Alegre podem ser obtidas no site da EPTC.

    • Entrada da trilha da pedra furada: é difícil de encontrar mesmo. Conselho: não tente sem guia. Se fechar o tempo (e é fácil fechar) você pode se perder. E possuir um celular lá em cima, não vai fazer muita diferença.
    • Criação de trutas no município de Caraá-RS: Bug do Google. Nunca falei sobre o assunto e os posts que falam sobre "trutas" e "Caraá" não guardam nenhuma relação.

    Mas o que me deixa mais feliz em escrever um blog é saber que o que escrevi está lá e pode ajudar alguém mesmo depois de anos que eu tenha escrito. Como o comentário que recebi sobre as dicas para iniciantes no trekking que auxiliaram um visitante dias atrás.

    3 comentários:

    Cássia disse...

    AQUIÇILAS!!!!! hahahaha :-)

    Marianne disse...

    Querida Ane. Fomos para El Calafate e Ushuaia e seguimos suas dicas, pois, assim com você, também ficamos geralmente dois dias em cada lugar. Seus comentários sobre estes dois destinos foram perfeitos e graças à eles aproveitamos a viagem sem ficar pensando que estavámos perdendo alguma coisa.(Como por exemplo: passeio aos lagos em Ushuaia).
    Abraços e até a próxima.
    Marianne

    Marianne disse...

    Querida Ane. Fomos para El Calafate e Ushuaia e seguimos suas dicas, pois, assim com você, também ficamos geralmente dois dias em cada lugar. Seus comentários sobre estes dois destinos foram perfeitos e graças à eles aproveitamos a viagem sem ficar pensando que estavámos perdendo alguma coisa.(Como por exemplo: passeio aos lagos em Ushuaia).
    Abraços e até a próxima.
    Marianne